Eduardo Kalil

Perfil

O trabalho

O CD virtual “Colcha de Retalhos” – o segundo disco solo de carreira -, de Eduardo Kalil, traz uma fusão de pop, rock e funk, além de ganhar algumas baladas românticas. Das 11 faixas, nove delas são assinadas pelo próprio artista. As outras duas são de autoria de outros compositores: “Aqui e Agora” (Pedro Fonseca e Fábio Pedrosa) e “Aos que Esperam” (Fernando Japiassu e Danilo Pertela).

Este é o primeiro trabalho totalmente produzido por Kalil que, de certa forma, pôde imprimir toda sua identidade até nos mínimos detalhes do novo CD, já que participou ativamente desde a concepção até a finalização do projeto. Os processos de gravação e mixagem aconteceram nos estúdios Luthier e MW e Rec-Audio, ambos em Recife; e a masterização ficou sob comando de Carlos Andrade, presidente da ABMI (Associação Brasileira de Música Independente), no estúdio Visom Digital, no Rio de Janeiro.

A banda de Eduardo Kalil - que assume voz, violão e guitarra - é formada pelos músicos Carioca (bateria), Matheus Gueiros (baixo) e Ricardo Diaz (guitarra). Todos eles são ex-integrantes do grupo Bola Gato, que era liderado por Kalil e que no final da década de 90 se tornou uma das principais referências da musicalidade pernambucana.

O conceito

Numa época marcada pelo surgimento de novas tecnologias e tipos de mídia cada vez mais diversos, não é possível precisar qual o destino da indústria fonográfica no mundo. Com essa consciência, Eduardo Kalil aparece na vanguarda com um projeto inédito no mercado, pois decidiu investir exclusivamente no universo virtual para a distribuição de sua obra. Assim todas as faixas de “Colcha de Retalhos” estão à disposição dos fãs e do público através da internet.

Segundo Kalil “esse formato agiliza e reduz quase a zero os custos destinados à logística ao mesmo tempo em que permite levar suas músicas a qualquer lugar do planeta, em questões de minutos”. Por outro lado, “todos hoje, por mais excluídos da sociedade que sejam, têm acesso à internet pelas lan houses em suas próprias comunidades”, complementa o artista.

Para o público mais conservador, que insiste em gravar as músicas e tê-las guardadas em embalagens tradicionais, Eduardo Kalil já preparou CDs virgens personalizados a preços simbólicos (capa com encarte e letra) que serão disponibilizados em seus shows pelo Brasil. “Essa é uma maneira também de combater a pirataria de obras fonográficas, utilizando a internet como principal forma de divulgação do produto”, acrescenta Kalil.

O novo conceito foi apresentado pela Sociedade Cultural “Pernambuco na Estrada” – entidade sem fins lucrativos que tem como principal missão fomentar, promover e difundir a cultura e o folclore pernambucano, em todos os aspectos e manifestações, sem nenhum tipo de preconceito - na Feira Música Brasil, que ocorreu no início deste ano, em Recife. Lá foram distribuídos 2 mil CDs virgens personalizados como brinde.

O artista

O cantor e compositor Eduardo Kalil nasceu em Recife. Na década de 80, ele integrou a banda Fratura Exposta e depois a Mendigos da Corte, que ao lado de nomes como Chico Science & Nação Zumbi e Mundo Livre S.A fez parte do projeto “Arte Viva”, considerado o berço musical de vários dos principais artistas pernambucanos contemporâneos.

Em 1996, Kalil lançou o primeiro álbum solo, intitulado “Saudação”, que teve como foco os elementos da música regional. Esse trabalho foi produzido por Paulo Rafael, produtor do cantor Alceu Valença e vencedor do Prêmio Tim de Música 2007.

De 1999 a 2006, Eduardo Kalil se destacou no cenário musical de Recife por criar e liderar a banda de rock (cover) Bola Gato. Com essa banda, Kalil se apresentou por diversas capitais do Nordeste dividindo o palco com cantores e grupos como Lulu Santos, Barão Vermelho, Cidade Negra, O Rappa, Kid Abelha, entre outros.

No total são 22 anos de carreira que garantiram a Eduardo Kalil, experiências musicais e conhecimentos artísticos que vieram a somar na criatividade de composição e produção do artista neste novo CD “Colcha de Retalhos” que tem festa de lançamento do CD marcada para dia 19/9, em Recife, com show do artista para convidados.

Links

Patrocinadores Brasil, um país de todos CHESF, Prefeitura do recifeFuctura Tecnologia HOT Link